top of page
  • Milena F Trevisan

Transparência e Contratos: O Que as Empresas devem Saber ao Antecipar Recebíveis


um homem moreno sorridente em um escritório iluminado, vestindo uma camisa verde e segurando um tablet ou bloco de notas. Ele parece profissional e acessível, com um fundo desfocado sugerindo um ambiente moderno.

Transparência e contratos são aspectos cruciais para empresas que desejam antecipar recebíveis com segurança e eficácia. A antecipação de recebíveis é uma prática comum nos negócios, especialmente para empresas que lidam com vendas a prazo. Envolve a venda de faturas ou direitos a receber a terceiros, como instituições financeiras, em troca de adiantamentos de caixa.

 

É essencial que, desde o início, haja transparência na comunicação entre a empresa e a instituição financeira fornecedora do adiantamento. Isso implica em fornecer informações precisas e completas sobre as faturas a receber, incluindo histórico de pagamento dos clientes, o montante total a ser antecipado e quaisquer termos ou condições pertinentes.

 

Da mesma forma, as empresas têm o direito de exigir transparência das instituições financeiras. Devem compreender integralmente os custos associados à antecipação de recebíveis e ter acesso claro às informações sobre como esses custos são calculados. Isso ajuda a evitar surpresas desagradáveis e a construir uma relação de confiança mútua.

 

Além da transparência, é fundamental que as empresas realizem uma análise detalhada dos contratos de antecipação de recebíveis para garantir que obtenham as melhores condições possíveis.

 

Ao antecipar recebíveis, é importante que as empresas priorizem a transparência em todas as suas interações e contratos com instituições financeiras. Isso não apenas fortalece as relações comerciais, mas também melhora a visibilidade nos resultados dos motores de busca, potencializando a presença online e a atratividade para clientes em busca desses serviços.

0 visualização0 comentário

Comentários


bottom of page